sexta-feira, 24 de abril de 2009

| da série: Quase meia hora de Helena :P |

Olá minhas queridas!!! :]

Cá estou eu!!

O tempo anda um tanto instável no momento, então realmente me desculpem a ausência aqui do Sapatilhando.

Na realidade, eu vim aqui conversar com vocês na quinta-feira passada!! Oo
Mas tive alguns probleminhas técnicos... então.. quem quiser escutar, clique no player abaixo, se preferir você pode baixar também.

Mas ora vejam: eu vim conversar com vocês por aqui e não deu outra: passei quase 24 minutos falando!!! Oo

Quem tiver paciência de me escutar, rs, bora conversar??? :*



PARA BAIXAR O ARQUIVO, CLIQUE AQUI

No mais, lhes digo que estou de volta de vez: para responder comentários e e-mails, para postar com mais freqüência e para desfrutar da deliciosa companhia de vocês!

Beijo enorme, queridas! :*
Obrigada por suas palavras e carinho!
Bom comecinho de semana! ;]

ASSISTA O VÍDEO DA SUSAN BOYLE AQUI

ou clique no link:
http://www.youtube.com/watch?v=kpMIXVtvMGg


| Chorinhos de Ouro - Vol. 1

>> ignorem a funesta capa deste cd :P
juro mesmo que ele é uma delícia! hahaha









clique aqui



27 comentários:

menina. disse...

Helena, como é bom te ouvir de novo! VOcê faz falta nesse mundo vasto.. hehehe! beijoos! :*

Helena disse...

Oi, menina!! Que bom ouvir de você!! E o email que você ia me escrever, hein??

Um beijo enorme, querida!
Me mande notícias, viu? ;]

Cruela Cruel Veneno da Silva disse...

voltou né?

já ia mandar a policia atras.

Del. disse...

Achei que ia ter textinho aqui.

Só me ilude.

O texto de voz eu já comentei pessoalmente!

Ê mulher pra eu amar-casar-passar-a-vida-toda.

Amo você!

Lorena disse...

Oxe, eu cheguei ao final do áudio que nem senti! rsrsrsrs! Parecia mesmo que a gente tava conversando, porque você ia falando e eu aqui, pro eco da sua voz: "concordo plenamente", "nossa, é verdade", "nem me fale!", "Ah, Susan Boyle!"... rsrsrs! Juro! rsrsrs. Eu falo sozinha, normalmente. Mas desa vez eu tava falando com você. =P

Você falou de tantas coisas... Deixa eu ver do que me lembro pra comentar... Sim, a frase da Clarice! Nossa, me lembrou outra frase dela (acho que se um dia a gente se permitisse, podíamos travar um diálogo até bem longo, só com citações da Clarice, uma respondendo à outra! hahahahaha! Nunca vi pra citá-la como nós duas!), sim a frase é "O melhor ainda não foi escrito. O melhor está nas entrelinhas." O melhor não é o que é dito, o que é escrito. O melhor é tudo que passamos, sentimos e entendemos a partir do que está escrito/falado. E é justamente isso que eu adoro em textos subjetivos ou pessoais, por isso que gosto tanto. Você joga com conceitos e idéias e, na verdade, não inculta nada disso na mente do outro. O que você faz (o que nós fazemos, o que qualquer um que escreve faz) é ajudar a construir pensamentos. Ajudamos a preencher as entrelinhas de cada um, cada um a sua maneira. E crescemos, sempre. Porque preencher vazios, em si, é crescimento. =)
Primeira parte, ok. rsrsrs

Quanto a frase do Campbell (a primeira. E por sinal, não me canso do Campbell, pode citá-lo sempre!rsrsrs), não acho que as pessoas não pensem no sentido da vida. Pelo contrário, acho que pensamos mesmo quando achamos que não estamos pensando! rsrs. Podemos nem sempre parar para refletir sobre isso, mas no nosso dia a dia, tantas coisas acontecem que nos levam a pensar "o que eu posso fazer para tornar esse meu caminho algo maior e mais importante?", seja no trabalho, nas nossas relações com o outro, nas nossas relações conosco mesmos, através da religião ou de outras formas de "filosofia", que nem percebemos que são filosofias. O que eu quero dizer é que, fora algumas exceções (porque pessoas que não querem ser melhores existem mesmo), o ser humano está sempre atrás do sentido da vida. De dar sentido a vida. Pelo menos eu acho. Será que sou ingênua demais? rsrsrs.

Eu não acredito que fizeram maldades com vc e a Luna, aff! Tá vendo? essa pessoa faz parte das exceções que eu citei ali em cima. Pessoas que nem vida própria tem, não sabem o que é dar sentido a algo passível de valor, que podem fazer por si mesmas ao invés de desfazer o do outro. O que fazer com gente assim? Sinceramente, não sei...

E, por fim, Susan Boyle... Já vi esse vídeo quatro vezes. Da primeira vez achei que fosse sufocar, de tanto que eu chorei. De emoção, sim, pela voz linda que ela tem. Mas acima de tudo, de vergonha e de tristeza por todo mundo que olhou para aquela mulher, tão longe do padrão esperado de uma estrela de tv, sem um pingo de soberba, o coração mais simples do mundo... E desdenhou de sua capacidade de fazer algo bonito. Eu choei porque eu percebi, não só nas pessoas quee stavam lá, mas em mim também, o quanto nos baseamos em padrões distorcidos do que é bom. Susan Boyle é boa. Em tudo ela é boa. E mais, é simples. A simplicidade é uma grande arma e um grande escudo; a defende do peso do desdém e do preconceito e ajuda a mostrar ao mundo que a capacidade está além dos padrões por ele estabelecidos.
Fiquei com vontade de ver de novo... Sempre choro, já sei. rsrsrs

Bom, chega, né, isso já virou um livro. Vc vai gastar mais 25 minutos lendo! rsrsrs. Obrigada por me citar, não esquenta com a sua dívida, vc pode pagá-la em suaves prestações! hahahaha

beijos, Helena. E bem vinda de volta ao mundo virtual. ;)

Kenia Cris disse...

Acho que eu devo ser meio ET porque pelo jeito sou a única pessoa q nao conseguiu ouvir o arquivo!!! :/ Que saco!

Bem, certamente vc faz falta. Não voltei a escrever o Lez Grrrls, acho q estou numa fase meio estranha na minha vida, algo de ruptura, e não sei mesmo onde vou parar - espero que seja em alguma ilha deserta, sozinha ou bem acompanhada pra caminhar em direção ao pôr-do-sol e escrever minha própria história. Estou no Parada Lésbica aos sábados, e no "Diários de Filosofia" quase diariamente e passeando pela Blogosfera lendo gente maravilhosa que gosta de compartilhar sentimentos e idéias. Saudade de vc Helena. Beijo grande!

Helena disse...

:: Cruela Cruel Veneno da Silva ::

BOLEI DE RIR COM SEU COMENTÁRIO!!! Hahahaha!

Muito bom saber que, em caso de precisão, tem quem mande forças especiais em meu socorro!!! :P

bjo!!


:: Amor...::

Iludo não, mozes.. rs
Hoje foi só conversinha, mas já tem textinho vindo :*

Amo muito!


:: Loriiiii ::

Saudades de você!!
E dessa sua cabeça que ganha da minha em reflexões!!!
Hahahaah!

ADORO!!! rs

Vou aqui dizendo 'amém' a tudo que você diz, minha amiga! ;]
Xêro, xêro!! :*


::: Lezzie :::

Ô, Lezzie, saudades de você!!!
Eu sei que você está passando por essa fase mais quietinha...
Mas fico aqui com um sorrisão na boca por ainda lhe ter na sua coluna do Parada e no Diários...

Fica bem, viu?
Falo mais por email :*
Beijo grandíssimo!

Duda disse...

Helena!!

Você não pode imaginar a alegria que sinto ao te ouvir/ler aqui no Sapatilhando. Se o seu retorno já é uma delícia, imagina só ouvir um recadinho tão especial como esse. Obrigada querida! Só te enganas quanto ao cafuné...A verdade é que VOCÊ massageia nossa alma com essas lindas palavras.
Me diz uma coisa, é verdade que alguém na face da terra pode não gostar dos livros de Clarice???! Afff!!!
Lindas frases de Campbell Helena, o engraçado é que são tão simples né? Mas a vida É simples, nós é que temos essa mania de complicar tudo! Viu? É essa a magia que flui de suas palavras, a gente acaba percebendo que viver é muito mais simples do que a gente imagina! Agora responda você mesmo: Dá pra ficar sem o Sapatilhando?? Nãooooo!!

Susan Boyle foi realmente um fenômeno!! Você também precisa ouvir Shaheen Jafargholi,um garotinho de 12 anos que se apresentou no mesmo programa e parou tudo. O mais incrível em Boyle foi a quebra do preconceito e do estereótipo que a cercou desde que ela pisou naquele palco! Enfim, foi perfeito!
Obrigada mais uma vez pelo SEU cafuné!
Forte abraço!

Anônimo disse...

Oiii, Helena! Que delicia que voltou e ainda ouvindo sua voz! E como não canso de dizer, vc é demais da conta, viu. Tudo o que vc diz soa como uma canção aos ouvidos, muito bacana. Vc disse tanta coisa boa e faz a gente refletir sempre, não há como sair indiferente depois de ter ler...rs.
Já te ouvi no podcast do Parada, maravilhosa como sempre. Queria comentar mais sobre tudo que vc disse...vou deixar para depois! Beijão!

Belisa

Anônimo disse...

Ola,Helena.
Eu conheci o seu blog ha pouco tempo. Acabei de ouvir as suas divagacoes. Gostei muito do que eu ouvi.
Assim como voce, eu penso muito tbem. Gosto de refletir sobre as coisas que eu leio, vejo e ouco. Eu acho que seria otimo para mim ter uma pessoa como voce no meu circulo de amizade. Infelizmente, eu nao tenho ainda. Voce disse que gosta muito de refletir e discutir sobre as coisas de uma maneira mais intensa (na falta de outra palavra eu escolhi intensa mesmo), no entanto, nem sempre ha pessoas dispostas a sair da superficialidade presente nas relacoes e , tbem, nas conversas.
De quando em quando eu darei um pulinho aqui para ler os seus posts.
Quanto a senhora inglesa que esta fazendo sucesso, sinceramente, fico feliz por ela. Mesmo sem ter planejado, ela, como voce disse, fez muitas pessoas refletirem sobre essa superficialidade que esta predominando entre nos. Ela realmente canta bem, mas hoje ela e um sucesso devido ao fato dela ser uma mulher nao muito atraente que canta bem. Isso nao deveria ter criado tremendo alvoroço. Mas a sociedade do espetaculo ficou surpresa, nao?
Concordo com a sua opiniao sobre a questao da duvida. Nao poderia acrescentar nada, pois voce foi muito feliz ao tratar do assunto.
Quanto ao que fizeram no Orkut, usando seu nome e de sua namorada, so posso dizer que sinto muito. Ja que voce gosta de pensar e de tentar entender as coisas de uma maneira mais completa, pense que a pessoa que fez isso deve ter uma vida muito vazia; ela e digna de pena.
O Drummond citado por voce e o C.D. de Andrade? Eu li um livro dele chamado O Avesso das Coisas. Eu escolhi algumas frase do livro e as digitei no World. Voce mencionou algumas durante a conversa, se voce nao se importar eu poderia enviar as frases dele para voce.
Enfim, ate a proxima.

SS

Fernanda R. disse...

"ler é vc achar pedacinhos que são seus, que estão por aí"

que lindo isso! :D

obrigada pelos beijos, mas pra ti eu mando "xeros", risos.

Anônimo disse...

Oi,Helena! Então, sôbre a dúvida, muito interessante as coisas que vc comentou. Gostei muito qdo vc disse que a dúvida é uma forma de possibilidades, de abertura, de benevolência...e eu sou uma pessoa com milhões de dúvidas e não aprendi a lidar positivamente com isso ainda, sempre foi com muita angústia que enfrento minhas dúvidas. E foi muito bom te ouvir, falando sobre isso, muito reconfortante mesmo, me fez repensar e a olhar as coisas sob outra perspectiva. Obrigada!
Qto. a Boyle, assisti e achei a voz linda e ela canta com o coração realmente. Mas, o que acontece é que a maioria das pessoas só consegue enxergar o que desejam, tudo na base da superficialidade, infelizmente, daí se surpreendem com coisas que são absolutamente possíveis!
Helena, grande beijo, estou super feliz com a sua volta! Estarei aqui te acompanhando sempre, e lá no Parada tbm! Abração!

Belisa.

Mundo The L. disse...

Gostei do blog...

para amá-lo só falta que goste do meu tb...

L.

Cruela Cruel Veneno da Silva disse...

o melhor é.... quero falar mas não seu se irei conseguir...

só 24 minutos né?

outra coisa

esse sotaque eu conheço.

Helena disse...

:: Dudinha ::

Que fofura sempre suas palavras, minha amiga! Brigadão mesmo sempre pela força e carinho! :*


:: Belisa ::

Um beijo enorme, querida!
E que bom ter sua companhia por aqui e lá no Parada! ;]


:: SS ::

Ô, moça, me mande sim as frases! Claro! Boas palavras são sempre bem-vindas! O Drummond que citei é sim o Carlos! rs.

E quanto a amizade, querida, continue por perto, sim? Criei este blog para ser um espaço de conversa, e ele sempre dá um jeito de me revelar pessoas cujas opiniões eu gosto de escutar e respeito e valorizo.

Beijos!


:: Ferds!! ::

xêros, xêros, minha amiga!! :**


:: L. ::

Vou dar uma passadinha por lá, viu?

Brigadão pela visita!
Bjo!


:: Cruela... ::

Veja com eu sou uma Dory-lesada da vida... rs.

Passei meia hora lendo o seu comentário e tentando entender.. rs

Foi preciso a esposa vir me dizer "Ô, amor, é que no áudio você disse que não sabia se iria conseguir conversar e acabou falando por 24 minutos!"e eu:

Ahhhhhhhhhhhhhhhhhh!!!KKKKKKKKKKK!!

Sou uma daquelas pentelhas que arruinam as melhores piadas, sabe??? rs. :P

E o sotate é de Fortaleza! ;]

Um beijão, viu?
E continua vindo aqui, tá? :*
Ah, adoro o seu Box! ;]

Marcia disse...

Helena:

Também estou voltando(motivo:férias da namorada).Sempre passando por aqui.Beijos.

Duda disse...

Acho que sou a única cearense que não percebe sotaque de cearense em vc Helena. Mas nem posso falar, moro em Fortaleza e tenho sotaque de carioca! rs
Ainda bem que tu mudaste viu? As chuvas aqui caem impiedosamente, a situação está realmente difícil de controlar mas tudo bem...
Grande beijo querida!

Isa disse...

A sua ausência sempre é perdoada quando você aparece! =)

Não tinha olhado a dúvida por esse lado, adquiri uma visão mais otimista, admito.

Não acredito no que fizeram com você e a Del! ¬¬'
O que se passa na cabeça de um indivíduo desse?

Quanto a Susan Boyle... Tive a mesma reação, felicidade e emoção(chorei=*), quando vi o Paul que foi ao mesmo programa e foi discriminado da mesma forma que ela, bastou abrir a boca pra encantar a todos!

Grande beijo!


P.S: O beijo foi pra mim?*.*

DiOliver disse...

Bem como diria o dito bíblico (e olha que não me ligo muito neles), “a boa filha a casa torna”, andei um tempo distante, são aqueles momentos necessários para se colocar as coisas no lugar ou pelos menos tentar. Saudades... Saudades de você, da galera que por aqui passa, dos comentários, enfim, saudade de tudo. Mas, aqui estou, de volta.
Adorei a conversa, só faltou um cafezinho (rsrs...). Bem, poderia comentar vários assuntos, mas, vamos ao ponto central, a DÚVIDA. Lembrei-me de uma das célebres obras de teatro de Shakespeare, Hamlet, o príncipe dinamarquês dividido entre a vida passiva e medíocre, mas confortável, ou a vida de glórias e os riscos das grandes atitudes. Indeciso, pergunta-se: “Ser ou não ser... eis a questão”. Talvez seja essa a frase mais profunda para definir a dúvida, e estou falando de dúvidas existenciais. Helena, concordo quando diz que a dúvida ela é necessária nas nossas vidas, pq nos faz pensar, refletir... e pode ser vista como: “ainda não estou pronta para isso...”, confesso que tenho medo da dúvida paralisante, aquela que nos deixa sem ação, que é tomada pura e simplesmente pelo medo da mudança, pelo medo de correr novos riscos...
“A dúvida não é para criar o caos”, discutível, mas ainda sim, se a dúvida levar ao caos, ela não é de toda ruim, pq, como diria Kant, em a Teoria do Caos: do caos sai a solução (a grosso modo dizendo).
Por fim, Suan Boyle, maravilhosa, divina... Fiquei arrepiada, tem certos momentos que dispensam palavras. Sem palavras...
Helena, bjo para você e sua amada.
Di...

Helena disse...

:: Marcia ::

Ô, escritora!!!
Então estamos de volta as duas???

Bom saber!
Um super beijo, viu? :*
E tão bom que você continua por perto... ;]


::Dudinha::

Eita, Dudinha... tô acompanhando... é chuva demais mesmo neste nosso chão!!!

Rs. Pois é... o sotaque é fraquinho mesmo..

Beijo beijooo!!


:: Isa::

Mas claro que o beijo é para você, querida!! Aonde você andava, hein? Pensava que tinha me abandonado!!


Beijo! :*


:: Diiiiiiiii ::

QUE BOM LHE VER DE VOLTAAA!!!
Saudades dos seus comentários e colocações sempre tão incríveis e maduros!

E a gente continua sim no caminho, minha amiga, seja com ladeiras ou descidas, não é mesmo? ;]

Me mantenha informada sobre o que conversamos, viu? :*

um beijo enorme! :*

Maria Caú disse...

Oi, eu gostei de um post seu antigo que fala sobre Joseph Campbell e fui pesquisar para saber quem era e descubro que eu li o herói de mil faces na época de faculdade e adorei!

Thay e ElÔ disse...

gostei
um pedaçinho doce do céu

Thay e ElÔ disse...

gostei
um pedaçinho doce do céu

Nina disse...

Olá Helena,

Sua conversa de quasa meia hora é sensacional.
Minha lindinha se não ouviu, precisa muito ouvir. Principalmente a parte que falas de ser quem se é.

Já tinha passado por aki algumas vezes e ainda não tinha deixado um coment .. rs

Vir aki e ler o que escreve é sempre muito bom.

Beijão

menina. disse...

Helena, querida.. onde estás? Sintou falta de tuas palavras!

Bruna B. disse...

Ahh, que pena que o link não tá mais funcionando...queria muito escutar : )
beijos :*

Samara disse...

Poderia repor o audio por favor?(link do arquivo que você solicitou não é válido.)